Gravidez: Sinais e Sintomas

03:18 Andreza Mattos 0 Comments

Para a grande maioria das mulheres, os sintomas da gravidez começam a aparecer logo no início, mas para outras, a gravidez pode passar despercebida pelas primeiras semanas e até meses.


Quando eu descobri que estava grávida, já estava com 9 semanas, mas tive algumas desconfianças antes disso e a principal foi o atraso na menstruação. Mas como passei por um período de stress, mudança de estado, adaptação longe da família, não dei muita atenção pensando que o atraso era por  conta de todas essas mudanças e pelo stress.
Hoje, percebo que passei mais de 1 mês com muito enjoo todos os dias desde o momento em que acordava, que peguei "nojinho" de alguns alimentos e que nem dei muita atenção a isso, pois não imaginava que estaria grávida.
Foi aí que resolvi fazer um teste de farmácia, onde tive a primeira comprovação do positivo e dias depois fiz um beta que me deu a certeza absoluta.
É só nessa hora que você começa a pesquisar a respeito e descobre que teve vários outros sintomas e nem percebeu! Vou listar alguns dos principais, mas já adianto... a certeza absoluta só vem com o exame de sangue! E se você está com dúvidas, não tenha medo, faça o exame o quanto antes para dar início ao pré natal e ter uma gravidez mais saudável.

PEQUENO SANGRAMENTO VAGINAL
Uma vez fecundado o óvulo por um espermatozoide, o agora embrião percorre as trompas e se implanta na parede do útero em 6 a 12 dias. Esta implantação pode causar um pequeno sangramento uterino, que muitas vezes é confundido com uma menstruação que está para chegar.
Como esse sangramento costuma ocorrer próximo ao período em que a menstruação é esperada, algumas mulheres o tratam como uma menstruação que veio fraca e nem desconfiam que este é o primeiro sinal da sua gravidez.
A implantação do ovo no útero é apenas uma das várias causas de sangramento vaginal na gravidez. Mais de 20% das grávidas apresentam algum sangramento vaginal no primeiro trimestre de gestação. Não foi o meu caso. Não tive absolutamente nada. Ela simplesmente se foi sem mandar nenhum sinal.


CÓLICAS OU DOR ABDOMINAL
O início da gravidez certo desconforto na parte inferior do abdômen, parecendo os sintomas que surgem dias antes da menstruação. Na gravidez, o útero sofre diversas alterações constantes, inclusive de tamanho, o que estimula o aparecimento de algumas contrações uterinas, sentidas pela mulher como cólicas. É comum também uma sensação de peso na parte inferior do ventre.
Conforme a gravidez avança, leves contrações uterinas podem se tornar comuns, que é uma espécie de treino do útero para quando chegar a hora de contrair de verdade durante o trabalho de parto.
Estes incômodos e cólicas do início da gravidez, quando associados a um sangramento vaginal, pode muito bem enganar as grávidas, fazendo-as pensar que menstruaram. Não tive sangramento, mas tive muita cólica que achava que ia menstruar. Minha menstruação sempre foi super regular devido a anos tomando anticoncepcional e sempre me dava um sinal um dia antes de descer. Muita cólica e uma enxaqueca descomunal. Tive ambos os sintomas nas nada de descer.


ATRASO DA MENSTRUAÇÃO
O atraso da menstruação é o sinal clássico de gravidez. Porém, nem todas as mulheres reconhecem este sintoma de gravidez por terem ciclos irregulares, e também muitas vezes não apresentarem períodos de ovulação.
É importante ressaltar que a menstruação pode atrasar por vários outros motivos que não uma gravidez, como estresse, algumas infecções, troca de anticoncepcional, alterações de peso, cansaço…


AUMENTO E/OU DOR NOS SEIOS E ALTERAÇÕES NA APARÊNCIA
O aumento dos seios pode surgir com apenas uma ou duas semanas de gestação. Além do aumento, pode-se sentir maior sensibilidade e sensação de inchaço.
O aumento ocorre por alterações hormonais que promovem a estimulação das glândulas mamárias, preparando-as para o período de amamentação que virá nos próximos meses. Em algumas mulheres, estas alterações ocorrem precocemente, enquanto outras só notam alterações nas mamas após passadas várias semanas de gravidez.
Eu sentia que meu peito ia explodir, parecia que estava super inchado e muito dolorido, mas isso passou depois da semana 10.
Além do aumento de volume e da dor, os hormônios produzidos na gravidez fazem as mamas das grávidas mudar de aparência. É comum haver escurecimento dos mamilos e aparecimento de veias ao redor dos seios. Estas alterações duram até o fim da amamentação. Ainda não apareceram em mim. Pelo que pesquisei, não ocorre de fato com todas as grávidas.


NÁUSEAS E VÔMITOS
As náuseas e/ou vômitos podem surgir entre a 6ª e a 12ª semana de gestação. Porém, algumas mulheres apresentam estes sintomas na 4ª ou 5ª semana.
São sintomas típicos e comuns que ocorrem no primeiro trimestre de gravidez e desparecem no segundo. Não tive vômito nenhuma vez, mas os enjoos acabaram comigo. Acordava com enjoo e ia dormir com enjoo. E tudo piorou depois que passei a tomar sulfato ferroso antes do almoço.


PRISÃO DE VENTRE
O aumento na produção da progesterona faz com que alguns órgãos e tecidos do corpo fiquem mais “frouxos” ou “relaxados”. Isso ocorre de forma a facilitar a grande expansão de volume do útero que está por vir. Um dos órgãos que sofre esta ação são os intestinos, que ficam com menor capacidade de contrair, tendo mais dificuldade de manter o transito intestinal normal. Segundo minha mãe, tenho problemas com prisão de ventre desde bebê e desde que estou grávida simplesmente não tive mais problemas com isso.



CANSAÇO E SONO EXCESSIVO
Cansaço desproporcional é um sintoma muito comum. Aumento do sono também é muito comum. O seu corpo dá sinais de que precisa descansar com mais frequência e por mais tempo.
Isso ocorre também por alterações hormonais, e tende a desaparecer no segundo trimestre, retornando no fim da gravidez, quando o bebê já encontra-se grande e pesado.
Eu nunca fui do tipo preguiçosa que dorme muito e ultimamente tenho um sono arrebatador. Uma preguiça excessiva e não dá vontade de fazer nada.


VONTADE FREQUENTE DE URINAR
Após cerca de 4 semanas de gravidez, a grávida começa a sentir vontade de urinar com maior frequência. Estas viagens ao banheiro podem ocorrer, inclusive, durante a madrugada, atrapalhando o sono.
Isso ocorre pois há redução da capacidade da bexiga se esvaziar completamente, devido ao relaxamento provocado pelos hormônios da gravidez. É um sintoma que surge precocemente, ocorre em praticamente 100% das grávidas e que, infelizmente, dura até o final da gestação.
Isso me persegue. E só piora com o passar do tempo. Á noite chego a ir ao banheiro 3 vezes em 15 minutos... e sempre acordo ao menos 2 vezes durante a madrugada.


DESEJOS E AVERSÕES ALIMENTARES
O desejo por certas comidas nas primeiras semanas de gestação é um sintoma super comum da gravidez e da mesma forma que surgem desejos, podem também surgir aversões a certas comidas e/ou cheiros.
Isso aconteceu muito comigo. Sentia vontade de comer coisas diversas mas esses desejos passavam rapidamente e logo surgiam outros. Não tinha nem tempo de matar a vontade.



AVERSÃO A ODORES FORTES
Assim como alguns alimentos causam enjoos nas primeiras semanas de gravidez, odores intensos, mesmo que agradáveis, como os de perfumes ou comidas, podem fazer você se sentir enjoada. Odores ruins ou muito fortes, como fumaça de cigarro, gasolina, álcool, produtos de limpeza, etc., causam o mesmo efeito.
Um sintoma comum de gravidez é uma maior sensibilidade do olfato. A gestante refere a sensação de ter desenvolvido uma super olfato. Odores que passavam despercebidos ou não incomodavam, agora se tornam insuportáveis.
Na verdade não tenho aversão, mas sinto que os cheiros são bem mais fortes e marcantes, sejam bons ou ruins.



TONTURAS
Os hormônios provocam alterações no organismo que podem provocar tonturas, entre elas estão a queda da pressão arterial, redução do níveis de açúcar no sangue, anemia, aumento da frequência respiratória (que pode levar a uma hiperventilação durante um esforço físico), alimentação insuficiente devido aos enjoos, etc. Tive poucas vezes problemas com tontura. E como tenho labirintite fiquei meio confusa se era pela gravidez ou por ela.


VARIAÇÕES DO HUMOR
Você não percebe que está passando por isso até ler sobre o assunto e se identificar. Você chora com coisas bobas, fica feliz e triste de uma hora pra outra. Coisas pequenas ganham uma relevância desproporcional.


DOR DE CABEÇA
As alterações hormonais, reflete no relaxamento dos vasos sanguíneos e alterações do fluxo sanguíneo cerebral, o que explica o por que algumas grávidas passam a ter dor de cabeça durante a gestação. O estresse e o cansaço também contribuem. A dor de cabeça é um sintoma que costuma surgir já nas primeiras semanas de gravidez.
Tenho enxaqueca e parece mentira, mas até agora não tive nenhuma crise e apenas umas 3 vezes apareceu a dor de cabeça.


DOR LOMBAR E DOR NAS COSTAS
O excesso de peso que a grávida tem que carregar na barriga por meses é a principal causa das suas dores lombares. Porém, a dor lombar pode surgir precocemente, antes do bebê estar muito pesado. A progesterona causa um relaxamento da musculatura e dos ligamentos de várias partes do corpo, incluindo das costas e abdômen, fazendo com que a grávida altere sua postura e tenha dificuldades de lidar com o próprio peso.
Por incrível que pareça, minha barriga nem apareceu mas a dor lombar já me mata. Fico imaginando como vai ser quando estiver barriguda!


CRAVOS E ESPINHAS
Devido às alterações hormonais, algumas grávidas podem desenvolver cravos e espinhas, devido ao aumento da oleosidade da pele. Notei um leve aumento na oleosidade da minha pele, mas não sei ao certo se é pela gravidez ou se pelo calor de Fortaleza!